Gea


Origem do Sobrenome Gea

A palavra Gea significa casa, lugar, terra!

O sobrenome Gea tem as seguintes variações: Xea, Exea, Axea, Oxea, Gea, Egea, Jea, e Ejea.
As variações na grafia podem ser deslizes dos escrivães da época. Segundo o historiador Palanques, todas as variáveis deste sobrenome tem a mesma origem. Em Vélez Rubio, primeiro surgiu a grafia como Exea e depois apareceu Gea e por último, Egea. Uma "Ejecutoria de Hidalguia" de 27.01.1618 a favor de D. Miguel de Exea Fajardo e D. Matias de Exea ( moradores de Cehegín), no mesmo documenta são citados como Exea e Xea. Também em 1618 aparece Diego Matias de Egea e Miguel de Gea, também de Cehegín, onde se observa a variedade de grafia do sobrenome.
Em Vélez Rubio a forma usada até o século XVIII era Xea, aparecendo transformado em Gea até nossos dias. Na segunda metade do século XIX, aparece também como Egea. Exemplo: Diego Egea, que morava em Chirivel e Marcos Egea em Vélez Rubio. Mas, observe o seguinte: Diego Egea López era filho de Antonio Gea de Lajara e também, Marcos Egea Tortosa era filho de Antonio Xea Ferruz, donde se conclui, que pai e filho já variavam na grafia do sobrenome.
Em Cehegín, no século XVII aparecem todas as formas de grafia.

O local de surgimento do sobrenome foi em "Egea de los Caballeros", província de Zaragoza, no reino de Aragão. O local também era denominado de Exea, Ejea.

As primeiras referências do sobrenome Exea datam de 1.248, de D. Miguel de Exea, a serviço de Dª Violante, esposa de D. Jaime I, de Aragão. É um sobrenome judio.
Na conquista de Murcia em 1.265, entre os cavaleiros nobres que acompanharam D.Alfonso X, "El Sábio", estavam Juan de Exea e Pedro López de Exea, que foram povoadores da cidade de Lorca, perto de Vélez Rubio.
"Como acontece com todos os sobrenomes de Senhores Feudais que saiam em apoio com seus soberanos em guerras, deixando rastros de sua fidalguia em lugares onde se fixaram, um ramo dos "Gea" se afincou na Villa de Beceite em Teruel: Gabriel Sancho de Egea, casado com Bárbara Morariega conservando sua nobreza até 1.696 (séculos depois) quando seu neto vestiu o hábito de Santiago". Outro ramo foi para a Villa de Sangüesa: Martin, Juan e Maria de Exea que eram de Fitero/Navarra, que solicitaram o reconhecimento de sua nobreza em 1770, que lhes foi concedido. Em Navarra tem a casa Solar de Egea, na Villa de Sada. Solar de nobreza declarada na corte de Pamplona, capital de Navarra, em 05.05.1770, reconhecendo a nobreza de Manuel Lucas Egea. O outro ramo viveu em Cehegín, dos quais descendem os Exea, Gea, Egea de Vélez Rubio. Não chegaram com os Conquistadores em 1488, nem com os 125 repovoadores após a expulsão dos mouros em 1573, chegaram mais tarde. Gines de Exea Pérez, descendente da casa de Egea de Villa de Sada, chegou em Veléz-Rubio por volta de 1605. As armas primitivas eram as mesmas da Villa de Egea dos Caballeros. O que pressupões mesma origem. No brasão de armas havia uma legenda "Sello de la Villa de Egea".

Ginés de Xea Pérez foi Alcalde de 1637 a 1651, fidalgo fundador e por vários anos "Hermano Mayor" da Hermandad del Carmen onde se agrupavam os nobres.

Uma hipótese da chegada dos Xea a Vélez Rubio, é que foram chamados pelo Marquês de los Velez para organizar a amálgama da população composta por conquistadores e conquistados conversos. Entre os séculos XVII e XVIII, Xea era símbolo de categoria e distinção, de modo que entre 1637 e 1723 houve 15 Alcaldes com esse sobrenome, o que significa que por quase 50 anos, interviram diretamente no governo local.

Parece que a relação de nobreza termina em 1823, por ocasião da invasão dos "100.000 Hijos de San Luís".

Fontes:

Gea na História Medieval

No ano de 545 DC, o Conde Casio dominava o território de Ejea. A terra ejeana ia até a visinha Tudela, hoje, Navarra. Território grande que tinha como atividade econômica a exploração cerealista e gado. Eram povos Visigodos Hispanoromanos.
Tiveram outros nomes: Egessa, que aparece em antigas moedas encontradas em seu subsolo. No ano de 714 - os Mussulmanos chegaram até seus limites. Fizeram um acordo com o Conde, que se converteu ao islamismo. Assim aparece a dinastia Banu Qasi. Os Mussulmanos mudaram o nome de Ejea para Siya, e ocuparam onde se conhece por "La Corona". O local era o ponto mais alto e estratégico de Ejea. Alí se fez a fortaleza defensiva, a Mesquita e aserio. A Rua Cantamora, los Carasoles são vestígios dos mussulmanos.
A importancia de Ejea era estratégica:-

Em 907 - o Rei de Pamplona, Sancho Garcés I, tentou tomá-la dos Mussulmanos.
Em 1.091 - Sancho Ramires, voltou a tentar, sem êxito!
Em 1.105 - Alfonso I (el Batallador) conquistou definitivamente "La Siya" Mussulmana, Ejea, que passou a ser Exea cristã.
Em 1.110 - o Rei Alfonso I, concedeu a "Carta Puebla" confirmando os privilégios reais aos povoadores de Ejea.
No século XIII, Ejea cresceu para fora das muralhas, espalhando-se para o sul. Foi construída em 1.222, a Igreja de San Salvador, consagrada à Virgem de la Oliva. Foi uma época de expansão. Havia também o Monastério dos Franciscanos.


Mapa da Espanha. Mapa de Vélez Rubio e arredores... Brasão Egea de los Caballeros Brasão Egea - ( Jaca-Huesca) Brasão de Egea de Saragoza - Espanha. Brasão de Egea

Gea na Espanha

  • Na província de Zaragoza na Espanha, houve uma casa solar "Villa de Egea de los Caballeros" de 1688.
  • Há documentos de Egea, desde o século XVI, com vários ramos familiares.
  • Juan Egea e Pedro López de Egea acompanharam o Rei Don Alfonso X " el sabio" na conquista do reino de Murcia.
  • Em Huesca existe um lugar chamado EGEA.
  • Gea de Albarracín - na Comarca de Teruel em Aragón - às margens do Rio Guadalaviar. Conserva o Monastério dos Capuchinhos e das Carmelitas Descalças.
  • Existem outras 2 casas de Egea. Uma em Magallon e outra em Jaca (Huesca).
  • Egea = município de Valle de Lierp, a 126 Km de Huesca, Comarca de Ribagorza, em Aragón .
  • Gines de Exea Pérez era descendente da casa de Egea de Villa de Sada, chegou em Veléz-Rubio em 1605. Foi um dos fundadores da Hermandad del Carmen.

Genealogia Xea, Gea, Egea em Vélez Rubio

Ginés Xea Pérez, tinha 2 filhos:
  1. Juan Exea oo com Ana Rodrigues;
  2. Gabriel de Exea foi Alcalde várias vêzes, oo Sra. Espejo.

-----------------o-O-o---------------

Juan de Exea e Ana Rodrigues, tiveram os filhos:
  1. Isabel Xea Rodrigues
  2. Catalina Xea Rodrigues
  3. Asensio de Xea Rodrigues * 1.636, oo Margarita Gomez e tiveram 7 filhos.

Asensio de Xea Rodrigues * 1.636, oo Margarita Gomez, tiveram 7 filhos:
  1. Roque de Xea Gómez, oo Ana Fernandez Galtexo

Roque de Xea Gómez , oo Ana Fernandez Galtexo, filhos:
  1. Juan José Xea Fernandez * 1718,

-----------------o-O-o---------------

Gabriel de Xea , filho de Ginés de Xea Pérez, teve os filhos:
  1. Pedro Xea Espejo
  2. Roque Xea Espejo, oo com Ana Fernandez
  3. Ginés Xea Espejo
  4. Juan José Xea Espejo * 1680, oo María Martinez
    Todos cavaleiros de notável fidalguia...

Roque Xea Espejo e Ana Fernandez, filhos:
  1. Juan José Xea Fernandez * 1718, oo Maria Teresa Zeldrán Quevedo em 1742

Juan José Xea Fernandez * 1718, oo Maria Teresa Zeldrán Quevedo tiveram os filhos:
  1. Juan José de Gea Zeldrán * 1761 Vélez Rubio, oo com Manuela Torrecillas Puente;
  2. Roque de Gea Zeldrán * 1767 em Vélez Rubio;
  3. Juan de Gea Zeldrán, oo Torrecillas;
  4. Catalina Gea Zeldrán

Juan José de Gea Zeldrán * 1761 casou com Manuela Torrecillas Puente, tiveram os filhos:
  1. Francisco Gea Torrecillas, oo com Rosa Gonzáles-Martinez Salazar;
  2. Cayetano Gea Torrecillas, oo Maria Ruiz Martinez;
  3. Pedro Gea Torrecillas, oo Agueda Del Campo Jimenez;
  4. Juan José Gea Torrecillas * 1784, oo com Catalina Casas Padilla;
  5. Catalina Gea Torrecillas;
  6. Ana Gea Torrecillas;
  7. José Gea Torrecillas * 1784 , oo com Maria Martínez Ibañez;
  8. Maria Gea Torrecillas, oo Andrés López Torrecillas.

Juan José Gea Torrecillas * 1784, oo com Catalina Casas Padilla, filhos:
  1. Juan Gea de Casas * 1830, oo Maria Pérez Pareja;
  2. Antonio Gea de Casas.

Juan Gea de Casas * 1830, oo Maria Pérez Pareja, filhos:
  1. Diego de Gea Pérez * 1860, oo Ana Noguera Navarro
    Viviam na Carrera del Mercado, em frente à Igreja San José

Diego de Gea Pérez * 1860, oo Ana Josefa Noguera Navarro, filhos:
  1. Juan Gea Noguera * 06.07.1887 em Vélez Rubio, oo Maria Hellín Millán * 25.09.1893 em Puerto-Lumbreras,
    filha de Juan Hellín Carríllo e Maria Huertas Millán Martínez.
    Neta-paterna de: Antonio Hellín e Maria Carrillo, neta-materna de: Manuel Millán e Isabel Martínez.

Juan Gea Noguera
Juan Gea Noguera * 1887, oo Maria Hellín Millán, tiveram os filhos:
  1. Ana Vicencia Gea Hellín * 20.12.1914 em em Vélez Rubio/Almeria, † 19.04.2004 Almeria;
  2. Diego Gea Hellín * 02.06.1918 em Vélez Rubio, oo com Mª Rosário Martínez Vera
  3. Juan Gea Hellín * 14.03.1920 em Vélez Rubio, Almeria, oo com Rosa Garcia;
  4. Huertas Gea Hellín * 10.10.1922 em Vélez Rubio, Almeria, oo com Juan Larrosa;
  5. Andres Gea Hellín * 04.02.1928 em Vélez Rubio, Almeria, † 18.02.1928
  6. Maria Isabel Gea Hellín * 18.06.1930 em Vélez Rubio, Almeria, oo com Andrés Gea Gea;
  7. Carmen Gea Hellín * 05.04.1932 em Vélez Rubio, Almeria, oo com Antonio Sanchez Barnabé

Diego Gea Hellín * 02.06.1918 em Vélez Rubio e Mª Rosário Martínez Vera, tiveram os filhos:
  1. Francisco José Gea Martínez;
  2. Maria del Carmen Gea Martínez.

Juan Gea Hellín * 14.03.1920 e Rosa Garcia tiveram os seguintes filhos:
  1. Maria Gea García;
  2. Adelina Gea García;
  3. Juan Gea García;
  4. Encarnación Gea García;
  5. Rosario Gea García.

Huertas Gea Hellín * 10.10.1922 em Vélez Rubio e Juan Larrosa tiveram os filhos:
  1. Julia Larrosa Gea;
  2. Mari carmen Larrosa Gea.

Maria Isabel Gea Hellín * 18.06.1930 em Vélez Rubio e Andrés Gea Gea, tiveram os filhos:
  1. Enriqueta Gea Gea;
  2. Jesús Gea Gea.

Família de Juan Gea Noguera
Carmen Gea Hellín * 05.04.1932 e Antonio Sanchez Barnabé tiveram os filhos:
  1. María Sanchez Gea * 14.06.1958 em Vélez Rubio, Almeria;
  2. Carmen Sanchez Gea * 27.12.1959 em Vélez Rubio;
  3. A. Manuel Sanchez Gea * 31.02.1962 em Vélez Rubio;
  4. Juan Jesus Sanchez Gea * 21.06.1964 em Vélez Rubio;
  5. José Luis Sanchez Gea * 31.10.1967 em Vélez Rubio, Almeria;
  6. Ana Sanchez Gea * 01.02.1971 em Vélez Rubio;
  7. F. Javier Sanchez Gea * 17.02.1975 em Vélez Rubio.

-----------------o-O-o---------------


Juan José Xea Espejo * 1680, oo María Martinez, tiveram os filhos:
  1. Juana de Xea Martinez * 1708;
  2. Andrés de Xea Martínez, oo Maria Eredia Guirao;
  3. Juan José de Exea Martínez * 1715.

Andrés de Xea Martínez , oo Maria Eredia Guirao, filhos:
  1. Juan Xea Heredia * 1748, oo Maria Morales Gea

Juan Xea Heredia * 1748, oo Maria Morales Gea, filhos:
  1. Salvador Xea Morales, oo Ana Gázquez Gea;
  2. Juan Xea Morales, oo Ana Jiménez Alcázar;
  3. Juana Xea Morales * 1804, oo Antonio Gazquez Gea;
  4. Maria Josefa Xea Morales.

Juan Xea Morales , oo Ana Jiménez Alcázar, filhos:
  1. Salvador Gea Jiménez;
  2. Juan José Gea Jiménez, oo Juana Rodriguez Moreno;
  3. Juana Gea Jiménez.

Juan José Gea Jiménez , oo Juana Rodriguez Moreno, filhos:
  1. José Gea Rodriguez;
  2. Juan Gea Rodriguez;
  3. Juana Gea Rodriguez * 1832;
  4. Francisco Gea Rodriguez
  5. Miguel Gea Rodriguez, oo Sra. Garcia;
  6. Manuel Gea Rodriguez.

Miguel Gea Rodriguez e Sra.Garcia, tiveram os filhos:
  1. Isabel Gea Garcia, oo Francisco Martínez Gea (carpinteiro famoso);
  2. Juan Gea Garcia;
  3. Marcos Gea Garcia, oo Catalina Garcia Burló ( tinha moinho de farinha e padaria);
  4. Antonio Gea Garcia;
  5. Pedro Gea Garcia;
  6. Francisco Gea Garcia, oo Encarnacion Torrente ( teve industria de extração de essências de Plantas).
Estas famílias Gea viveram em Vélez Rubio onde ainda vivem alguns descendentes.
Fonte: "Reflexiones sobre los apellidos Gea y Egea" - maravilhoso estudo realizado por Miguel Guirao Pérez,
páginas 149 a 166, Revista Velezana nº 19 - ano 2000.
Revista Velezana

-----------------o-O-o---------------

Miguel Guirao Gea
Nasceu em Vélez Rubio a 07.07.1886, † a 03.12.1977 em Granada, Espanha.

-----------------o-O-o---------------

Gea de minha família em Vélez Rubio:

Antonio de Gea Serna , casado com Maria Carrasco Cabrera, pais de:
  1. Casamento de Diego de Gea Carrasco e María de Gea Andreo Diego de Gea Carrasco * em Vélez Rubio/Almeria/Espanha, oo 18.12.1775 na Igreja de Nuestra Señora de la Encarnacion em Velez Rubio, com María de Gea Andreo, filha de Juan de Gea Serna e María Andreo Serna. Eram parentes em segundo grau e então precisaram da Bula Papal autorizando o casamento. ( Bula papal é um documento selado com o timbre do papa se manifestando sobre algum assunto )

Diego de Gea Carrasco e María de Gea Andreo, pais de:
  1. Casamento de Diego de Gea Carrasco e María de Gea Andreo Demetrio Antonio Josef Gea Gea * 22.12.1783 em Velez Rubio/Almeria/Espanha, casou 12.09.1814 em Vélez Rubio com Francisca López Pérez, filha de Juan Lopez Garcia e Ana Perez Culebradas. Francisca era viúva de José Jordán Ruiz.
    (Estas duas certidões são colaboração de Olivier Martinez, nosso primo distante que vive na França)

Demetrio Antonio Josef Gea Gea , casado com Francisca López Pérez tiveram os seguintes filhos:
  1. María Gea López * ± 1814 Velez-Rubio, oo com José Ruiz Martínez;
  2. Antonio Gea Lopez * 1818;
  3. Barbara Aureliana Gea Lopez * 1820 em Velez Rubio, oo 01.09.1841 Velez Rubio com Manuel Antonio Juan Chrisostomo Torrecillas Sanchez * 1810, pais de:
    1 - Demetrio Torrecillas Gea;
    2 - Juan Torrecillas Gea * 1842, † 24.12.1869;
    3 - Antonio Juan Melitom Torrecillas Gea * 10.03.1848 em Velez Rubio, † 07.03.1920 em Velez Rubio.

María Gea López * ± 1814 Velez-Rubio, casada com José Ruiz Martínez * ± 1808 Velez-Rubio, tiveram os filhos:
  1. José Antonio Fernando Ruiz Gea * 30.05.1845 em Vélez Rubio/Almeria, oo com Isabel Maria Micaela Martínez Cayuela * 29.09.1851 em Tonosa, Vélez Rubio;
  2. Francisca Ruiz Gea, oo com Miguel Merlos.

José Antonio Fernando Ruiz Gea José Antonio Fernando Ruiz Gea * 30.05.1845 em Vélez Rubio/Almeria
Pais: José Ruiz Martínez e María Gea López
Avós paternos: Andrés Ruiz Jordán e Serafina Martínez Martínez.
(livro 45 de Bautismos, folio 22 VT", partida nº 88 da Igreja La Encarnacion de Velez Rubio)
Casou com Isabel Maria Micaela Martínez Cayuela * 29.09.1851 em Tonosa, Vélez Rubio
Filha de: Manuele Martínez López e María Cayuela Cabrera.
Avós paternos: Cristóbal Martínez Pérez e Catalina López Ruzafa
Avós maternos: Antonio Cayuela Martínez e Isabel Cabrera Asensio, todos de Vélez Rubio.
Antonio enviuvou e teve 2º oo com Isabel Pérez Mellinas.
(Doc.:- Igreja "La Encarnacion" - livro 46 de Bautismo , folio 146 Vt, partida nº 255).

José Antonio Fernando Ruiz Gea e Isabel Maria Micaela Martínez Cayuela tiveram os seguintes filhos:
  1. José Ruiz Martínez * 1869,† 1952, oo com Trinidad Requena;
  2. Antonio Ruiz Martínez
  3. Miguel Ruiz Martínez
  4. Maria Ruiz Martínez
  5. Isabel Ruiz Martínez
  6. Manoel Ruiz Martínez * 1881 - Vélez Rubio - Almeria - ES
  7. Antonia Ruiz Martínez * 1880 em Vélez Rúbio-ES, † 22.11.1975 em Londrina/Paraná/Brasil, oo com seu primo José Merlos Ruiz;
  8. Juan Antonio Ruiz Martínez (Papa)* 01.05.1886 em Fuente Grande,Vélez Rubio, † 10.10.1966 em Londrina - PR - Brasil
  9. Francisco Ruiz Martínez * 1888 Vélez-Rubio, Almeria, Espanha e † em Joaquim Távora - Paraná, Brasil.
  10. Pedro Ruiz Martínez * 16.09.1890 - Vélez-Rubio, Almeria, Espanha, † 06.07.1983 em Londrina - Estado do Paraná - Brasil.
    Viviam em Fuente Grande, Vélez Rubio.

Francisca Ruiz Gea e Miguel Merlos, pais de:
  1. José Merlos Ruiz * 1879 Espanha, † 06.11.1972 em Londrina, Paraná, Brasil (Certidão de Óbito Nº 33.804, fls.531, oo com Antonia Ruiz Martínez * 1880 em Vélez Rúbio, † 22.11.1975 em Londrina/Paraná/Brasil;
  2. Júan Merlos Ruiz, se casou com sua prima Isabel Ruiz Martínez , moravam em María/Almeria/Espanha.

-----------------o-O-o---------------

Gea de Vélez Rubio:

1 - Pedro Gea Lopez * 1780 em Velez Rubio Almeria, oo com Gertrudis Perez Laso * 1780 em Velez Rubio Almeria, pais de:
1.1 - Cayetano de Gea Perez * 1804 em Velez Rubio, Almeria, oo com Maria Cabrera Serna * 1804 Velez Rubio, Almeria, pais de:
1.1.1 - Gertrudis de Gea Cabrera * 1828 Velez Rubio, Almeria, oo com Juan Alpiste Lopez * 1821 Velez Rubio, Almeria, Espanha, pais de:
1.1.1.1 - Maria del Carmen Alpiste Gea * 1851 em Velez Rubio, Almeria, oo com Fausto Garcia Perez * 1847 em Velez Rubio, Almeria, pais de:
1.1.1.1.1 - Josefa Maria Garcia Alpiste * 1874 em Velez Rubio, Almeria;
1.1.1.1.2 - Enrique Garcia Alpiste * 1889 em Velez Rubio, Almeria, Espanha.
1.1.1.2 - Rafaela Alpiste Gea * 1855 (aprox.), oo com Lucas Perez Alcalde;
Fonte: Iluminacion 013

Não tenho dados para saber de quais Gea somos descendentes. Está faltando uma conexão entre eles. Estou pesquisando... se tiverem alguma informação, será muito benvinda!!!

Haviam muitos Gea em Vélez Rubio:
Gea Gonzáles, Gea Martínez, Gea Puente, Gea Sánchez, Gea Jordán, Gea Guirao, Gea López, Gea Pérez, Gea Romero...
Veja Linhagem Gea

Genealogia Xea, Gea, Egea em Vélez Blanco

Antonio Gea e Isabel Mateos
Filho:
Leandro Sebastian Gea Mateos * 14.02.1886 em Velez Blanco
Imigrou para a Argentina em 1.912
Casou com Antonia Gonzales, † 03.01.1930 em Argentina. Tiveram uma única filha:
  1. Isabel Gea, oo com Tomas Mayol, tiveram 8 filhos, sendo a mais velha, Beatriz Mayol.

-----------------o-O-o---------------


Gea de Chirivel

Chirivel pertenceu a Vélez Rubio até 1895 quando tornou-se município independente.
Chirivel

Alonso de Xea, casou com Antonia de Xea * 1770 (?), tiveram os filhos:
  1. Juan Ginés de Gea Gea, oo Ana Pérez Gea
  2. ?

Juan Ginés de Gea Gea, oo Ana Pérez Gea tiveram os filhos:
  1. Juan Gea Pérez * 1810, oo Maria Teruel Perez;
  2. Ramón Gea Pérez, oo María La Jara Lucas * Chirivel;
  3. Demetrio Gea Perez, oo Francisca López Perez;
  4. Juana Gea Pérez;
  5. Antonio Gea Pérez, oo Ana López Rodriguez, se instalaram em Chirivel;
  6. Francisca Gea Pérez, oo Antonio Ortiz Ramal;
  7. Lucas Gea Pérez;
  8. Cayetano Gea Pérez, oo com Maria Cabrera Serna;
  9. Alfonso Gea Pérez, oo Francisca Ayén Munoz;
  10. Antonia Gea Pérez, oo Antonio Romero Oquendo;
  11. Francisco Gea Pérez, oo Joaquina Romero Romero;
  12. José Gea Pérez * 1823.

Ramón Gea Pérez e María La Jara Lucas * Chirivel tiveram os filhos:
  1. José Gea La Jara;
  2. Juana Gea La Jara;
  3. Antonio Gea La Jara.

Antonio Gea Pérez, oo Ana López Rodriguez, se instalaram em Chirivel, tiveram os filhos:
  1. José Gea López;
  2. Francisco Gea López;
  3. Catalina Gea López;
  4. Antonio Gea López;
  5. Juana Gea López;
  6. Isabel Gea López;
  7. Diego Egea Lopez * 1838, oo Bárbara Lajara ou La Jara.

Diego Egea Lopez * 1838, oo Bárbara Lajara ou La Jara, filhos:
  1. Carmen Egea Lajara;
  2. Bárbara Egea Lajara, oo Pedro Soubrier ( de Lorca);
  3. Rufino Egea Lajara;
  4. Emilio Egea Lajara (médico, alcalde em Chirivel);
  5. Santiaga Egea Lajara, oo Juan Reche;
  6. Alfredo Egea Lajara, oo Julia Reche.

Fonte: "Reflexiones sobre los apellidos Gea y Egea" - maravilhoso estudo realizado por Miguel Guirao Pérez,
páginas 149 a 166, Revista Velezana nº 19 - ano 2000.
Revista Velezana



Imigrantes Gea no Brasil

Nome

Cônjuge

Filhos

Data Chegada

Navio

Local Origem

Destino

Andrés Gea Romero * 03.02.1868 em Vélez Rubio, filho de Bernardo Gea

Antonia Sanchez Hernandez * 17.05.1872 Velez Rubio

Bernardo * 1894, Diego * 1896, Andres * 1899, Emilio * 1903, Rosa * 1906, Antonia * 1910, Dolores 1912

02.06.1912

Espagne

Vélez Rubio/ES

Ribeirão Bonito-SP

Angela Gea

José Fernandes Martinez

Antonia, José Fernandes Gea

21.03.1906

Aquitaine

Málaga/ES

Franca-SP

Catalina Gea Segolia

Francisco Torrente Portero
* 26.11.1863 Fuente Grande/V.Rubio

Antonio, Pedro, Roque, Francisco, Antonio Torrente Gea

03.10.1913

Espagne

Chirivel/Almeria

-

Geronima Gea

Luis Gimenez Fernandes

Bernardo, Josefa, Isabel Gimenez Gea

19.06.1897

Bearn

-

Dois Córregos-SP

Gines Gea
* 01.01.1889 Bullas

Izabel Duque
* 1890 Bullas

-

17.01.1912

Italie

Bullas/Murcia/ES

Tapera

Izabel Gea

Cristobal Sanchez Galera

Dolores, Cristobal, José, Izabel Sanchez Gea

28.09.1905

Poiton

Málaga/ES

Mococa-SP

Gines Gea * 01.01.1889 Bullas

Isabel Duque * 01.01.1890

-

17.01.1912

Italie

Bullas

Tapera

José Fernando Ruiz Gea * 30.05.1845 Vélez Rubio

Isabel Martinez Cayuela * 29.09.1851 Tonosa/V.Rubio

Manoel, Juan, Francisco, Pedro Ruiz Martinez

17.09.1906

Aquitaine

Velez Rubio

Dourado-SP

José Gea Lopez * 17.08.1878 em Velez Rubio, filho de Miguel Gea

Maria Romero Gomez * 09.02.1880 em Vélez Rubio

Ana Gea Gea * 1900, Miguel Gea Gea * 1902, Dolores Gea Romero * 1904, Juan Gea Romero * 1907, José * 1909, Feliciana Gea Romero * 1911

23.06.1912

Italie

Vélez Rubio

Bento Quirino

José Gea Romero * 01.01.1884 em Huercal Overa, filho de José Gea e Maria Ramona Romero Martinez * 13.07.1852 em Mancha Real

Ana Josefa Gomez Martinez * 01.01.1889 Huercal Overa

José Gea Gomes, Maria, Juan, Ana Maria Gea Gomes

19.05.1912

Aquitaine

Huercal overa

Jaú-SP

Josefa Gea
* 1879

Juan Molina Moreno

-

02.09.1901

Les Alpes

Málaga/ES

Botucatu-SP

Juana Gea Guirao
* 15.04.1872 Velez Rubio

Andres Reche Sanchez
* 17.03.1872 Chirivel

-

17.07.1912

Provence

Vélez Rubio

Pedro Alexandrino


Livro de Visitas

Glacy Weber Ruiz

E-mail:
weber.ruiz@gmail.com


Família Ruiz | Vélez Rubio - ES | Ruiz/Origem | | Martínez | Nova Europa-SP | Londrina-PR