Polônia


Brasão de Armas da Polônia A origem do nome Polônia deriva do nome da tribo dos polanos, isto é, pessoas que cultivam a terra. Essa tribo habitava a bacia do rio Warta, região posteriormente denominada Grande Polônia. Polska.
É um país da Europa Central, se limita a oeste com a Alemanha, ao sul com a República Tcheca e Eslováquia, a leste com a Ucrânia e Belarus e ao norte com a Lithuania e Rússia e Mar Báltico.
Superfície total: 312.683 km² População: em torno de 38,5 milhões de habitantes. Capital: Varsóvia
Moeda: Złoty e Euro

Polônia tem 16 províncias:

História:
  • A Polônia foi fundada em meados do Século X pela dinastia Piast. O primeiro governante polaco foi o duque Mieszko I. O filho do Duque, Boleslaw I foi o primeiro Rei da nação polonesa em 992.
  • No século XII a Polônia se fragmentou-se em diversos estados menores que foram devastados pelos exércitos Mongóis da Horda Dourada (1241).
  • 1.320 - Ladislau I tornou-se rei de uma Polónia reunificada. Seu filho Casimiro III é lembrado como um dos maiores reis polacos da história.
  • 1.569 - fortaleceu uma longa associação com o Grão-Ducado da Lituânia e criou-se a Comunidade Polaco-Lituana que durou até 1.795.
  • 1918 - A Polónia recuperou sua independência após a Primeira Guerra Mundial.
  • Durante a Segunda Guerra Mundial foi invadida por tropas nazistas e soviéticas e perdeu aua independência.
  • Com o fim da guerra, emergiu como um país comunista integrante do bloco sob controle da antiga União Sovietica.
    1989 - o governo comunista foi derrubado e a Polónia inaugurou a fase informalmente conhecida como "Terceira República Polaca". Atualmente, a Polónia é uma democracia liberal, membro da União Europeia.

Suwalki - Polonia:

Distritos do gubernia de Suwalki (e cidades principais em cada um, além ao capital do distrito):
  • Augustow (Holynka, Lipsk, Raczki, Sopockin, Sztabin)
  • Kalwarya (Krasna, Lubowo, Ludwinowo, Olita, Simno, Urdomin)
  • Marjampol (Balwierzyszki, Poniemon, Preny, Sapiezyszki)
  • Sejny (Berzniki, Krasnopol, Lozdzieje, Sereje, Wiejsieje)
  • Suwalki (Bakalarzewo/Baklerow, Filipow, Jeleniewo, Przerosl, Wizajny)
  • Wladyslawow (Sudarg, Szaki)
  • Wolkowyszk (Kibarty, Wierzbolowo, Wysztyniec).

Hoje somente os distritos de Augustow, Suwalki e de parte de Sejny estão na Polônia; os outros estão em Lithuania.


Puńsk

Púnsk ou Punskas (em lituano). Local de nascimento de minha avó-paterna Petronele Milewska (Petrúcia Miliauskaite-Ruiz).
Púnsk é uma Comuna rural no Condado de Sejny (ou Seinai em lituano), região de Suwalki, na província de Podlaskie, no nordeste da Polônia. Era uma região de florestas, que foram colonizadas por lituanos, poloneses e russos no século XV. Hoje vivem lá, lituanos e polacos. 80% da população é de lituanos. Fica a 5 Km da divisa com a Lithuania.
Em 1559, Punsk é mencionado em documentos históricos. Stanislaw Zalivski estabeleceu ali uma aldeia. Seivai é mencionado como Punsk em 1559 próximo ao lago "Seiviai" e lago "Boksis".
Em 1606 - Punsk é chamado de cidade. Neste período, Punsk se desenvolveu rapidamente. Havia uma escola e um hospital. Mais tarde, após a divisão da Polónia, a cidade pertenceu à Prússia e, posteriormente, para a Rússia. A economia piorou e que no século XVIII, direitos cívicos foram perdidos.
Fizeram uma escola, várias associações, uma pequena livraria. Um grande número de judeus vivia ali. Hoje você pode ver apenas as suas construções antigas e um cemitério. Viviam em Punsk alemães evangelicos também.
Púnsk - Podlaskie - Polônia
Punskas Pontos de Interesse:
Há 3 cemitérios em Punsk: perto do Lago Punia: antigo cemitério católico, o novo cemitério católico na Rua Norkaus, e o cemitério judaico na Village de Punskas.
Centro de Cultura Lithuano - na Rua Kovo, 11
Trakiskes - antiga estação ferroviária de madeira em estilo russo, que foi construído de 1896-1898. É semelhante ao Uznemunes ferroviária.

Cidadania polonesa

A cidadania polonesa é baseada na regra "ius sanguinis" (lei de sangue), o que significa que o direito à cidadania polonesa passa, de pai para filho. Não há limite de gerações para as quais a cidadania pode ser passada, desde que, cumpridas as exigências da lei vigente.
Veja os detalhes em:
Consulado Geral da República da Polonia

Colônias de Imigrantes poloneses:
Brasil

A maioria dos imigrantes poloneses eram da Alta Silésia, Pomerânia, Galícia, Grande Polônia, Gdansk, Starograd, Opole, Konin, Krosno, Kalisz, Poznan, Mazóvia, Sieradz e Kujawy.

Paraná:
1.890 a 1895 - Comissões colonizadoras polonesas no Vale do Iguaçu, próximo a Palmeira PR onde desenvolveram-se as colônias de Santa Bárbara, Canta Galo, Rio dos Patos, São Mateus, Água Branca, Eufrosina e Rio Claro num total de 8200 pessoas.
Comissão de Rio Negro PR, foi responsável pela formação das colônias polonesas de Lucena e Itaiópolis num total de 1488 pessoas e a colônia de Augusta Vitória com 120 pessoas.
1.896 - Colônia de Água Amarela (hoje Antônio Olinto - PR) o governo paranaense assentou 2.500 pessoas, sendo 60% de procedência russa e os outros da região da Galícia.
1896 - Colônias de Rio Claro, Malet e Dorizon receberam em torno de 1000 famílias, 70% originárias da região de domínio russo.
1896 - foi feito o assentamento da maior colônia polonesa do Paraná: Prudentópolis com aproximadamente 10.000 pessoas, sendo 70% provenientes da região de domínio russo.
1908 - 1912: o maior contingente de imigrantes poloneses foram para o Estado do Paraná, engrossando o número de pessoas das colônias já existentes e abrindo novas em vários locais do estado, num total de 23.406 pessoas.

Rio Grande do Sul:
O Rio Grande do Sul recebeu aproximadamente 7.000 imigrantes poloneses.

S. Catarina:
1871 - foram transferidos para Curitiba estabelecendo-se no bairro Pilarzinho 32 famílias num total de 164 pessoas que haviam chegado
em 1869 provenientes da região do Slansk (Silésia) com destino a Brusque.
1872 - Colônia de Sandweg (Indaial SC), onde vieram aproximadamente 100 famílias polonesas.
1881 até 1890 - Colônia de Rio Vermelho (São Bento do Sul SC) vieram poloneses da Prússia e Gdansk num total aproximado de 800 pessoas.
1890, março: Criciúma - chegaram poloneses oriundos da província Pietrowska
1891 e 1892: poloneses estabeleceram-se em Linhas Torrens, Accioly de Vasconcelos.
1891 - Massaranduba - SC: estabeleceram ali, em torno de 1000 pessoas.
- Colônias de Grão-Pará: (próxima a Orleans) e Colônia de Cocal (próxima a Laguna e Tubarão) com aproximadamente 200 famílias.
1895 - Colônia Alberto de Abreu (próxima a Porto União) recebeu cerca de 350 poloneses da região da Galícia e da região dominada pelos russos.

S. Paulo - Capital
A Colônia Polonesa de São Paulo tem seu centro religioso no magnífico Santuário de Nossa Senhora Auxiliadora, matriz do bairro do Bom Retiro. Na Capela lateral - tem um quadro representando a "Virgem Negra" veio de Czestochowa, o altar de mármore sendo projeto do Engenheiro Wieckowicz. Os dois vitrais laterais representam Nossa Senhora de Czestochowa e Nossa Senhora de Vilna (capital da Lituânia), mostrando os locais em que as mesmas se encontram. Na parte inferior de cada um dos vitrais pode ser observado o emblema da antiga "República", desmembrada pelos Estados vizinhos no final do século XVIII, com os símbolos da Polônia, Lituânia e Rutênia, os três povos que a compunham.
A Capela foi inaugurada oficialmente no dia 8 de setembro de 1944. Posteriormente foi decorada com pinturas, executadas por Piotr Wróblewski, num total de 84 m², representando os Santos daquela região da Europa. A sua reabertura se deu no dia 26 de agosto de 1956.

A Missa em idioma polonês é realizada todos os domingos às 11 horas, na Igreja de Nossa Senhora Auxiliadora. Todo terceiro domingo do mês, depois da missa, há um "bazar" e almoço com comida típica, estando disponível a biblioteca com livros em polonês.
http://www.capelaniapolonesa.com.br
Endereço: Capelania Polonesa
Igreja de Nossa Senhora Auxiliadora em São Paulo
Pça. Cel. Fernando Prestes, 233 – Bom Retiro – (próximo ao metrô Tiradentes).

Associação Polonesa Educativo-cultural em São Paulo - um site completo sobre a cultura polonesa.

Datas Comemorativas polonesas:

  • Páscoa;
  • 03 de maio: Nossa Senhora Rainha da Polônia e Aniversário da Constituição de 1791;
  • 15 de agosto: Dia do Soldado Polonês;
  • 26 de agosto: Nossa Senhora de Czestochowa e Festa da Padroeira da Polônia;
  • 11 de novembro: Dia da Independência da Polônia;
  • 25 de dezembro: Natal

Cultura Polonesa

  • Aulas de Língua Polonesa, em convênio com Prefeituras Municipais de algumas cidades com grande índice de descendentes poloneses;
  • Pisanki - Curso de pinturas em ovos;
  • Wycinanki - Curso de recorte de papéis coloridos formando figuras;
  • Celebração de terços e missas em Língua Polonesa;
  • Pratos típicos: pierogi, Czarnina (sopa polonesa), Kluski lane, bigos, Zrazy (bolinho de carne), Paczki - (sonhos), makowiec (bolo de sementes de papoula trituradas)
  • Grupos de Danças típicas
Memorial da Imigração Polonesa
(Bosque do Papa - Rua Mateus Leme, s/n - fone: 41 - 3313-7194) - Curitiba - PR
O Memorial abriga sete casas de troncos de madeira, que foram transferidas das antigas colônias polonesas e propicia ao visitante o contato com as tradições culturais dos imigrantes poloneses, por meio de exposição permanente de móveis e objetos, além da venda de artigos e produtos culinários típicos da etnia.
Visitas: diariamente, das 9h às 18h. Entrada gratuita.

Casa da Cultura da Polônia:
Rua Prof. João Arruda, 440
05012-000 - São Paulo - SP

Genealogia


140 anos da Imigração polonesa no Brasil

A Câmara Municipal de Curitiba fez uma Sessão Solene alusiva ás comemorações dos 140 Anos da Imigração Polonesa no Brasil, por proposição do 1º Vice Presidente da Casa, Vereador Tito Zeglin. no dia 26 de Junho de 2009 às 20:00 horas no Palácio Rio Branco - Câmara Municipal de Curitiba - PR.

Links interessantes:

Mapas

Poloneses Famosos:

  • Nicolau Copérnico (Kopernik) * 19.02.1473 Torun, Polônia, † 24.05.1543, foi o astrônomo polonês que formulou a primeira teoria heliocêntrica do sistema solar.
  • Marie Curie, nascida Marya Saloméa Skłodowska Boguska * 07.11.1867 em Varsovia, Polônia, física, ganhou Premio Nobel de Física em 1903 por seu trabalho com radioatividade.
  • Frédéric Chopin (Fryderyk)* 01.03.1810 na Village de Żelazowa Wola, Duchy of Warsaw (Varsovia), Polônia, considerado um dos maiores compositores da música clássica;
  • Papa João Paulo II - Karol Wojtyla * 18.05.1920, na pequena cidade polonesa de Vadovice, a cerca de 50 quilômetros de Cracóvia;

Símbolo da Polônia

Temperatura na Polônia

Tradutores:

Webcam na Polônia:

Livro de Visitas

Glacy Weber Ruiz

E-mail:
familia.miliauskas@gmail.com
weber.ruiz@gmail.com


Família Ruiz | Família Miliauskas | Lithuania | Londrina - PR